A frota da nova CP Carga

2015-11_frotacpcg400Na sequência do processo de privatização da CP Carga, concluído no passado mês de Julho e pendente de autorização da Autoridade da Concorrência, o contrato de compra e venda foi elaborado com a definição concreta da frota de material motor a que será parte da CP Carga e que deixará por isso de constar dos efectivos da CP – Comboios de Portugal.

Actualmente, recorde-se, a frota é detida por inteiro pela CP – Comboios de Portugal, e alugada posteriormente quer às diversas unidades de negócio (CP Lisboa, CP Longo Curso e CP Porto), quer também à CP Carga. Neste último caso, e por se tratar de uma empresa já autónoma desde 2009, nunca chegou a ser feita a passagem da frota para a nova empresa, que agora se concretiza.

Ao todo, cinco séries de material motor constarão dos efectivos da nova CP Carga, decalcando o actual efectivo. As unidades que irão passar serão as abaixo listadas.

Locomotivas 1400

1404, 1412, 1422, 1428, 1431, 1444, 1446, 1456, 1462, 1463, 1465, 1435, 1437, 1450 e 1466

15 unidades, valorizadas num total de 762.681€

Locomotivas 1900/1930

1902, 1903, 1905, 1904, 1907, 1909, 1911, 1913, 1942, 1943 e 1945

11 unidades, valorizadas num total de 1.682.089€

Locomotivas 1960

1962, 1963, 1964 e 1973

4 unidades, valorizadas num total de 628.009€

Locomotivas 4700

4701 a 4725

25 unidades, valorizadas num total de 100.935.000€

Locomotivas 5600

5623, 5625, 5626 e 5627

4 unidades, valorizadas num total de 12.361.000€

Os valores financeiros constam de um comunicado da comissão de trabalhadores com a discriminação das avaliações financeiras feitas à frota transferida.

Uma das 25 locomotivas 4700 que fazem parte da frota da CP Carga.
Uma das 25 locomotivas 4700 que fazem parte da frota da CP Carga.

No caso das restantes unidades 1900, 1930 e 1960 que hoje estão dadas para serviço comercial ou reserva estratégica, o seu futuro imediato é dos mais negros e serão abatidas ao serviço. No caso das locomotivas  5600 actualmente ao serviço da CP Carga e que não constam da frota da nova empresa (locomotivas 5621, 5622, 5628, 5629 e 5630) o futuro é incerto e pode até passar por futuros contratos de aluguer entre CP e a nova empresa.

Não é de descartar também os planos em estudo para aumento da frota da CP Longo Curso, onde uma das opções é o recurso a mais carruagens que irão necessitar de mais locomotivas. As cinco locomotivas mencionadas não dispõem do equipamento necessário para fornecer energia às carruagens, pelo que neste cenário o investimento na sua aquisição deve ser considerado.

One thought on “A frota da nova CP Carga

Comments are closed.