Não há dinheiro europeu para ligação ferroviária a Viseu

O ministro do Planeamento e Infraestruturas esteve hoje a ser ouvido na Assembleia da República e anunciou que a Comissão Europeia não vai financiar a nova ligação ferroviária Aveiro – Mangualde, anunciada pelo Governo há alguns meses.

De facto, a linha estava dependente de uma vontade da Comissão Europeia em aumentar os fundos alocados a Portugal no quadro dos programas de investimentos em infraestruturas, o que não se veio a concretizar. Além disso, os projetos submetidos pelo Governo Português em Fevereiro último à última fase de candidaturas do CEF (Connecting Europe Facility) acabaram até por ter uma prestação pior do que a média europeia.

Com esta notícia, e como obviamente o Estado Português não tem condições para financiar sozinho uma obra estimada em 700 milhões de Euros, cai por terra o grande projeto ferroviário português no contexto do Corredor Ferroviário nº 4 e que iria permitir o regresso dos caminhos-de-ferro a Viseu, uma promessa antiga e que ficará sem concretização. O futuro do eixo Aveiro – Salamanca passará assim exclusivamente pela renovação da linha da Beira Alta, cujos pormenores continuam a ser desconhecidos nomeadamente na eficácia que tal renovação terá para cumprimento de metas tão fundamentais como a redução das rampas existentes atualmente.

Deixe uma resposta