Linha do Tua diz adeus à rede ferroviária nacional

A Linha do Tua foi oficialmente desclassificada e removida da rede ferroviária nacional. Agora, o troço que sobreviverá entre Mirandela e a Brunheda será operada e mantida por uma empresa da Douro Azul, financiada inicialmente pela EDP, a detentora da barragem da foz do Rio Tua.

Com a publicação em Diário da República de uma decisão governamental de 28 de Julho, acaba a integração desta linha na rede nacional depois de décadas de agonia e amputações sucessivas, a última da qual entre Tua e Brunheda, por submersão da via devido à nova barragem.

A compensação possível terá a forma de uma nova operação ferroviária entre Brunheda e Mirandela, que assumirá ao mesmo tempo um carácter turístico e de serviço público.

Apesar de desclassificados, todos os terrenos e imóveis continuam a pertencer ao Domínio Público Ferroviário e são por isso inalienáveis. Será a Infraestruturas de Portugal, por isso, a contratualizar com a nova entidade a exploração e manutenção do conjunto de infraestruturas existentes na linha do Tua.

Deixe uma resposta