Cimeira Luso-Espanhola: breves notas

Cimeira Luso-Espanhola: breves notas

30/05/2017 0 Por trainmaniac

Mais uma cimeira Luso-Espanhola passou sem grandes novidades e com as mesmas promessas de investimento na ferrovia.

Algumas notas:

  • Espanha está atrasada na ligação a Portugal em Vilar Formoso?

Nem pensar. O argumento de faltar eletrificar a linha Salamanca – Vilar Formoso é simplesmente vergonhoso e míope. Enquanto que Portugal tem uma linha eletrificada com fortes rampas e velocidade raramente superior aos 100 km/h, a linha espanhola tem perfil para 200 km/h e tem rampas muito suaves. Preferiam a linha espanhola sem catenária ou a portuguesa com? É perguntar aos operadores.

  • Linha do Minho: Nada de substancial está a ser feito para lá da eletrificação. Rampas e velocidades ficam na mesma. Do Porto a Vigo vai-se demorar mais do que de Vigo à Corunha, apesar de ser mais longe. Espanha investiu na alteração de traçados, nós limitamo-nos a esticar fio elétrico.

De resto, nada de realmente novo. O Governo português voltou a jurar que avança este ano a linha Évora – Caia, que vai mantendo em banho-maria apesar do financiamento comunitário estar assegurado há dois anos. Do lado espanhol a LAV Badajoz – Mérida – Plasencia está quase terminada e será também apta a comboios de mercadorias.

Apesar das aparências ignorantes que nos são vendidas deste lado, entre Portugal e Espanha a Albânia não é, certamente, do lado de lá da fronteira… haja algum decoro.