Um hotel em Santa Apolónia

Respondendo no Parlamento, António Ramalho confirmou que a comercialização de espaços na estação de Santa Apolónia deve avançar num futuro próximo. A questão surgiu após acusações sindicais sobre o despejo de zonas da estação com o fim de promover negócios imobiliários.

2016-01_lsaA localização em frente ao terminal de Cruzeiros de Santa Apolónia e a renda anual de 1 milhão de Euros que a Infraestruturas de Portugal consegue com a estação do Rossio incentivam a empresa a procurar novos usos para a estação. Sem comprometer a actividade ferroviária, a probabilidade de ser instalado um hotel no histórico edifício de Santa Apolónia é, assim, grande.

Esta foi a última polémica em torno da estação, depois de em 2015 um vereador da Câmara de Lisboa ter sugerido a sua desactivação.