CP avança com grandes descontos na oferta de Longo Curso

Interior da classe Turística após renovação
Interior da classe Turística dos comboios Pendulares após renovação

O Conselho de Gerência da CP vai passar das palavras aos actos e aprofundar a agressividade das suas políticas comerciais nos comboios de Longo Curso. Após ter iniciado uma fase de maior agressividade comercial com a entrada em cena de Manuel Queiró, a empresa prepara-se, ainda sob o seu comando, para alargar as promoções existentes nos comboios de longo curso reagindo assim à introdução da ponte aérea Lisboa – Porto, operada pela TAP.

O Diário de Notícias dá conta de que a empresa se prepara para implementar descontos até 65% do preço do bilhete em todos os eixos de Longo Curso, fazendo cair a tarifa Lisboa – Porto para 9,5€ em serviço Intercidades e 11€ em serviço Alfa Pendular, em 2ª classe. Até aqui, já era possível fazer Lisboa – Porto por 13,50€ em serviço Alfa Pendular mas apenas nos serviços que, pelo seu horário, concorriam directamente com os aviões da Ryanair.

As promoções serão também válidas para os restantes comboios de Longo Curso nos eixos Lisboa – Faro, Lisboa – Évora, Lisboa – Covilhã, Lisboa – Guarda, Lisboa – Braga e Lisboa – Guimarães e além desta histórica redução de preços destaca-se também o aumento dos lugares oferecidos a preços promocionais: serão cerca de 11.000 lugares por semana, dos quais 6700 na relação Lisboa – Porto.

A CP encontra-se atualmente a iniciar a renovação dos comboios Alfa Pendular, que vão propor mais comodidades aos passageiros e que deverão sair da intervenção com renovada fiabilidade, num investimento fundamental para revitalizar os seus comboios mais importantes da frota de Longo Curso. Ao mesmo tempo, prepara também um plano para aumentar a sua frota de Longo Curso, recorrendo a material espanhol (série S-120 da Renfe) e à possível incorporação de mais carruagens renovadas no serviço Intercidades.

A concorrência aérea tem despoletado uma atitude mais proativa da empresa na abordagem ao mercado, conseguindo nos últimos anos inverter a tendência de quebra no número de passageiros transportados. A compra antecipada de bilhetes subiu 17,6% entre 2014 e 2015, ano em que ao todo transportou 112 milhões de passageiros – mais 2 milhões do que em 2014. O objetivo para 2016 é manter o crescimento, inclusivamente no eixo Lisboa – Porto e apesar da crescente concorrência aérea.

Num quadro de ampliação da oferta, que tem sido gradual, a CP vai também incorporar nos seus quadros 120 novos operacionais, entre maquinistas e revisores, em parte também para colmatar as saídas para a reforma que ocorreram nos últimos anos em que as contratações têm estado suspensas pela tutela.