CP reserva UTE 2000 para o Museu Nacional Ferroviário

Unidades 2000 no Entroncamento, sem uso.
Unidades 2000 no Entroncamento, sem uso.

A CP está a receber ofertas para a demolição e reciclagem de cerca de 90 veículos que se encontram no complexo ferroviário do Entroncamento. Entre o material a ser vendido encontram-se as UTE 2000 que sobram, dois reboques Allan, as várias UTD 0600 que estão sem serviço e ainda furgões, carruagens Sorefame e carruagens Schindler.

O concurso é precipitado pela necessidade de libertar espaço, pelo qual a CP tem de pagar tarifas de estacionamento à Infraestruturas de Portugal. Na maioria dos casos trata-se de material sem serviço há mais de dez anos, sendo neste aspecto excepção as unidades diesel da série 0600, cuja reforma ocorreu há menos tempo.

A unidade UTE 2001, em tempos destinada ao acervo do Museu Nacional Ferroviário, será também demolida por estar em condições muito deficientes de conservação. No seu lugar será preservada uma UTE da 3ª fase (sub-série 2080) que chegou a passar por completa revisão geral e rebobinagem de motores elétricos tendo em vista a exportação para a Argentina, que acabou por não suceder. Deste modo, fica assegurada a preservação de uma destas fundamentais unidades triplas elétricas em boas condições e a exigir investimentos mínimos para poder ser aproveitada para circulações especiais.

A demolição de todo o material em venda deve ocorrer no Verão.