Ex-líder do CDS Freitas do Amaral considera chegada do Alfa a Guimarães um marco histórico

Freitas do Amaral (á esquerda), junto com parte da comitiva que viajou no comboio. Foto tirada à chegada a Guimarães por Tiago Mota.
Freitas do Amaral (á esquerda), junto com parte da comitiva que viajou no comboio. Foto tirada à chegada a Guimarães por Tiago Mota.

Freitas do Amaral, antigo líder do CDS, cuja família é de origem vimaranense, foi um dos convidados da CP que viajou no comboio Alfa Pendular no passado Domingo dia 1 de Maio entre Lisboa e Guimarães. Á saída da composição, o mesmo afirmou aos jornalistas que aceitou o convite do Presidente da CP – Comboios de Portugal, Manuel Queiró, que aceitou o convite para viajar nesta primeira viagem do serviço Alfa até Guimarães, pois iria inaugurar,pela primeira vez na história de Portugal, um serviço diário entre a capital de Portugal, Lisboa, e a primeira capital do país, Guimarães. Para o antigo líder centrista, esta inauguração tinha, do posto vista da cidadania e da história de Portugal, a maior importância.