ERTMS-2 pronto na linha Valladolid – León

Após investir 15,2 milhões de Euros, a ADIF tem já pronta a instalação do sistema ERTMS-2 na linha de alta velocidade Valladolid – León, inaugurada no ano passado. O sistema de gestão de tráfego e sinalização autorizará a prática de velocidades superiores ao aumentar os níveis de segurança ao longo do traçado.

Um comboio da série 112 na LAV Valladolid - León, em Venta de Baños. Também aqui passarão a circular a 300 km/h.
Um comboio da série 112 na LAV Valladolid – León, em Venta de Baños. Também aqui passarão a circular a 300 km/h.

Durante os nove meses de operação da linha, os comboios têm circulado limitados a 200 km/h, apesar da nova linha autorizar velocidades em serviço comercial até 350 km/h. Isto porque até agora os comboios circulam com a vigilância exclusiva do sistema ASFA, similar ao utilizado nas linhas convencionais e cuja utilidade se esgota a 200 km/h.

Nos próximos dois meses, Julho e Agosto, a ADIF e a Renfe farão ensaios durante a noite, utilizando comboios do serviço comercial, para validar a instalação efetuada nesta linha e a sua correta deteção e comunicação com os comboios circulando na mesma. Esta etapa sucede aos ensaios laboratoriais, já levados a cabo com sucesso.

Com a previsível colocação em serviço comercial do ERTMS de nível 2, os comboios passarão a circular a velocidades da ordem dos 300 km/h e permitindo ganhar mais 21 minutos no percurso entre Madrid e León – atualmente, a viagem demora 126 minutos.